Estudo Bíblico 06

Estudo 06

Romanos 8. 26-30

Da mesma forma o Espírito nos ajuda em nossa fraqueza, pois não sabemos como orar, mas o próprio Espírito intercede por nós com gemidos inexprimíveis. E aquele que sonda os corações conhece a intenção do Espírito, porque o Espírito intercede pelos santos de acordo com a vontade de Deus.

Sabemos que Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que o amam, dos que foram chamados de acordo com o seu propósito. Pois aqueles que de antemão conheceu, também os predestinou para serem conformes à imagem de seu Filho, a fim de que ele seja o primogênito entre muitos irmãos. E aos que predestinou, também chamou; aos que chamou, também justificou; aos que justificou, também glorificou. 

Introdução

•Esta carta foi escrita por Paulo em sua terceira viagem missionária. 

•As datas da epístola têm  anos de 55 ou 56. 

•Romanos é uma carta de instruções no que se refere aquelas verdades principais do Evangelho, que Paulo sentia fossem mais necessárias aos que se encontravam em Roma. 

•Romanos é um resumo das verdades fundamentais que Paulo ensinou nas igrejas, onde passou algum tempo proclamando o Evangelho. 

Perguntas para o texto:

1- Exemplos para seguir? 

Perseverança na fraqueza, constância na oração e viver debaixo da vontade de Deus.

2- Pecado para renunciar?

Fraqueza, falta de oração e a dificuldade em entender a soberania de Deus.

3- Erros para evitar? 

Imaginar ser forte e a soberba na vida. 

4- Promessas para crer? 

A intercessão do Espirito e certeza da salvação.

5- Mandamentos a obedecer? 

Confiar no poder do Espirito e na vontade de Deus.

6- Ações pra tomar? 

Ser forte a partir do Espirito e viver como um salvo pela graça.

Conclusão

 O cristão precisa entender sua fraqueza para crer que o Espirito o possibilita vencer. Ele deve confiar na vontade de Deus que é única e soberana mediante a salvação. O Espirito age em nós para que possamos ser mais fortes diante de tudo que o mundo tem nos oferecido mediante a sugestão do pecado.

PARA REFLETIR:

Os primeiros dois versículos desta passagem formam um dos textos mais importantes de todo o Novo Testamento sobre a oração. Paulo está dizendo que, por causa de nossa fraqueza, não sabemos por que orar, mas as orações que nós deveríamos oferecer são oferecidas por nós pelo Espírito Santo de Deus. Há duas razões muito óbvias pelas quais não podemos orar como deveríamos. Primeiro, não podemos orar corretamente porque não podemos prever o futuro.  Em segundo lugar, não podemos orar corretamente, porque até numa dada situação não sabemos o que é melhor para nós. Desta forma Paulo nos ensina que oração é dependência total de Deus.

Designer Gênesis3 - 2012
Joomla template by TG